Cigarro

Hipnose para parar de fumar funciona? Entenda melhor a técnica

A hipnoterapia acaba sendo desacreditada por muita gente por causa de sua associação com a hipnose de palco, utilizada como forma de entretenimento. No entanto, a hipnose para parar de fumar funciona em algumas pessoas.

Na hipnose para abandonar o tabagismo, acontece uma espécie de reprogramação da mente, ou melhor, do inconsciente. Com isso, o cigarro fica cada vez menos atraente, chegando ao ponto de o fumante ser indiferente a ele.

E como isso aconteceria? A hipnose alcançaria a parte da mente diferente daquela racional, cognitiva, isto é, a que sabe que o tabaco está associado a problemas como câncer, AVC e enfarte. Em outras palavras, o hábito da nicotina não é mantido pela nossa consciência.

Há relatos de pacientes que afirmam ter deixado o fumo após uma sessão da terapia. No entanto, médicos destacam que o quesito principal para alcançar a meta de parar de fumar é a vontade.

Diferenças entre hipnoterapia e hipnose de palco

Até em países como a Alemanha, no qual a hipnose é reconhecida como método de tratamento psicoterápico, ainda existe preconceito, danos à imagem do procedimento. Provavelmente, pela confusão entre a técnica e o mundo dos espetáculos.

Na hipnose de palco, uma pessoa pode ser conduzida a fazer coisas estranhas para a maioria de nós e, simplesmente, não se lembrar de nada depois porque está em transe tão profundo que o pensamento cognitivo é desligado.

Tudo isso com direito a uma plateia impressionada com o “apagão” momentâneo. Algo que poucos são capazes de experimentar – menos de 1/3 dos adultos chegam a este ponto.

Mas o fato é que o transe vem ajudando pessoas a superar medos e vícios há pelo menos 20 anos, pois permite que o inconsciente fique aberto ao tratamento.

No caso específico de um fumante que recorre à hipnoterapia para deixar o cigarro, ele fica muito consciente de tudo o que está acontecendo ao seu redor.

Quem entende do assunto afirma que, na verdade, todo mundo é capaz de entrar em um estado natural assim. E isso ocorre quando estamos extremamente envolvidos com um bom filme ou na leitura de um livro.

O exemplo do cinema… No fundo, nossa mente sabe que se trata de uma ficção, que atores interpretam a trama na tela. Porém, a descrença é capaz de ser anulada por umas duas horas se estamos em uma sala de cinema escura.

É quando chegamos a um ponto que lembra o transe, em que o hipnotizador fala com a mente, fazendo com que as emoções venham à tona. Então, você chora, ri… e o inconsciente é aberto.

O que acontece na hipnose e como ela ajuda largar o cigarro

Imagine um homem de 60 anos, fumante há 40 de, no mínimo, um maço por dia. Após uma cirurgia de ponte de safena, ele larga o cigarro abruptamente, mas volta ao velho hábito tempos depois. Até o médico dar o ultimato: ou ele abandona o tabagismo ou morre de ataque do coração.

Cético, porém, assustado e decidido, ele vai a um hipnoterapeuta. Lá, passa por todo um processo que, para começar, inclui observar imagens pulmões danificados pelo alcatrão, dentes amarelados pelo tabaco, entre outras cenas arrepiantes.

Luzes apagadas, velas, música suave e colchonete macio para deitar. O fumante cético ainda pensa que tudo aquilo ainda é coisa de esotérico, mas resolve se concentrar na voz do hipnotizador, cada vez mais lenta e enfática.

O final desta história é que o personagem jogou fora o que restava de seu maço de cigarros e nunca mais teve vontade de colocar um na boca outra vez, mesmo diante de tentações aparentemente irresistíveis como uma visita aos parentes fumantes. Ele não sente falta, nem sabe explicar o porquê disso.

Hipnose para parar de fumar funciona? Pode ser que sim – podemos concluir, certo? De qualquer forma, é válido reforçar a ideia de procurar sempre profissionais capacitados e, de preferência, indicados por alguém de sua confiança.

Sucesso! Até a próxima…